terça-feira, 15 de setembro de 2009

Educaçao Jesuitica no Brasil Colonial



Educaçao Jesuitica no Brasil Colonial


Fonte:SAVIANI,Dermeval.
OS PRIMEIROS JESUÍTAS
cvjesuitas.zip.net
Historia das idéias pedagógicas no Brasil.
*Com os portugueses vieram os jesuítas e por mais ou menos 200 anos foram eles que inicializaram o objetivo da educação no pais e eram os únicos responsáveis por isso.


Linha do tempo
1500-Chegada dos portugueses
1534-Criação das capitanias hereditárias
1549-Chegada dos Jesuítas ao Brasil
1564-Redizima :10%da arrecadação de impostos para a educação
1568 -Inicio da escravidão africana
1599 -Versão definitiva da Ratio Studiorum
1750 -Inicio da Revolução IndustrialTratado de Madri anula o Tratado de Tordesilhas
1759-Supressão da ordem dos jesuítas das colônias de Portugal


Colonização e Educação

1500-Chegada dos portugueses ao Brasil. O Brasil entra para a civilização ocidental e cristã.
O rei de Portugal era Dom João III
1549-Chega ao Brasil o primeiro governador geral, Tomé de Souza, Trazendo consigo os primeiros jesuítas(4 padres e 2 irmãos) chefiado por Manuel de Nóbrega.
A ordem dos jesuítas tinha como objetivo principal apenas trabalhar a questão da religião. Tempos depois começaram a abrir colégios para a elite.
A missão dos jesuítas era a de converter os gentios;os índios para a religião católica porque eram vistos como seres sem nenhuma pratica de ligação religiosa,sem serem considerados seres humanos.
A historia da educação basílica se inicia com a chegada dos jesuítas.
A inserção do Brasil no chamado mundo ocidental deu-se por meio de um processo envolvendo três aspectos:
-Colonização
-Educação
-Catequese
Portugal era o pioneiro na expansão ultramarina.Todavia atrasado no desenvolvimento capitalista, já que a Inglaterra era a mais avançada nesse aspecto.
Utilizava se a inquisição como instrumento político.
Etapas no processo de educação colonial no Brasil:
1ªetapa(1549-1570): chegada dos jesuítas, ate a morte de Nóbrega.
2ªetapa(1599-1759): organização e consolidação da educação jesuítica centrada no Ratio Studiorum.
3ªetapa(1759-1808): fase pombalina. Os jesuítas dependiam diretamente do governo português e isso preocupava o governo e na época, a educação começava a se expandir para os filhos dos fazendeiros e não apenas aos índios. Na Inglaterra começava o Iluminismo.
Uma Educação Pedagógica
Uma pedagogia Basílica
1.A Educação Indígena
Modelo de sociedade existente com a chegada dos portugueses ao Brasil:
Não eram apenas sociedades estruturadas em classes.
Apropriavam se de forma coletiva dos meios necessários à subsistência.
Cultura transmitida oralmente educação em ato que se apoiava em três aspectos:
-à força da tradição
- à força da ação
- à força do exemplo.

As ordens Religiosas e a Educação Colonial

Os franciscanos foram os evangelizadores do Brasil.Vieram com Cabral, mas retornaram em maio do mesmo ano.
Outras ordens fizeram presentes no processo de colonização:
-beneditinos
-carmelitas
-oratorianos
-jesuítas.

Uma Pedagogia Basílica

Primeira fase da educação jesuítica foi marcada pelo plano de instrução elaborado por Nóbrega: aprendizado dos portugueses, doutrina cristã,a escola de ler e escrever.
Opcionalmente, canto orfeônico e musica instrumental;aprendizado profissional e agrícola e gramática latina para aqueles que se destinavam à realização de estudos na Europa.
Estratégia utilizada para a organização do ensino: agir sobre as crianças.
Objetivo:converter toda a tribo para a fé cristã.
Pedagogia Basílica: Pedagogia formulada e praticada sob medida para as condições encontradas pelos jesuítas nas ocidentais terras descobertas pelos portugueses.

A Institucionalização da Pedagogia Jesuítica

1564 – Adotado pela coroa portuguesa o plano da redizima :10% dos impostos arrecadados eram destinados a manutenção dos colégios jesuíticos.
1599 – Promulgação do plano de estudos para vigorar em todos os colégios da companhia.
O plano contido na Ratio Studiorum era de caráter universalista e elitista.
Os estágios iniciais previstos no plano de Nóbrega foram suprimidos em detrimento do novo plano de estudos que começava pelo curso de humanidades.
As idéias pedagógicas expressas na Ratio correspondem ao que passou a ser conhecido na modernidade como pedagogia tradicional.
Essa concepção pedagógica caracterizou- se por uma visão essencialista de homem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário